sábado, 25 de novembro de 2017

Relacionamentos abusivos: é possível sair.

Ao som de:Me leva pra casa

Esse texto nasceu de conversas com tantas mulheres que conheci no decorrer da minha vida, não que eu ignore o fato de homens também vivenciarem tais situações, mas esse texto especialmente reflete minhas experiências como e com mulher/es.
Pra quem está nessa situação eu quero dizer uma coisa óbvia, mas que geralmente a gente não consegue notar quando está imersa nisso: há esperança! Eu realmente entendo como você se sente mal quando ele te diz coisas horríveis sobre você, sobre sua família, amigos, gostos, sobre qualquer coisa que faça parte da sua vida. Entendo como se sente impotente quando ele te manipula com suas chantagens emocionais, ou quando te culpa por brigarem, ainda que ele tenha começado a briga. Eu entendo quando você chora noites inteiras porque não percebe um fim no meio de tanta escuridão. Também consigo entender como é terrível ouvi-lo falar e falar sobre como você é, ou melhor, não é, como ele gostaria, o que precisa mudar, e o quanto sempre estará aquém do que ele considera correto. Quando ele critica seu jeito de sorrir, seu esmalte vermelho, diz que prefere você sem maquiagem. Eu posso entender como você se sente quando ele grita com você, ou quando te agride fisicamente; quando você perde a voz e treme sem conseguir reagir. Entendo como você tenta fazer de tudo para agradá-lo, ou para pelo menos não brigarem, porque você não suporta as brigas horríveis que vocês tem. Sabe, eu realmente entendo como é tenso quando ele simplesmente desliga o telefone na sua cara para te mostrar que ele está no controle, ou quando saí e bate a porta sem se preocupar como você está ficando para trás, te faz chorar e te machuca, para depois voltar implorando perdão, que você dá. Eu entendo quando você acredita que foi só dessa vez, que não vai acontecer de novo, que é porque ele passou por isso ou aquilo na infância. Entendo quando você não tem mais ninguém para conversar porque ele te afastou de todos os seus amigos, porque seu mundo tem que ser só o dele e o quanto você sente por isso. Entendo quando você faz tanta coisa sem querer fazer, mas não luta mais porque simplesmente não tem mais força pra lutar. Eu entendo a dor de descobrir que apesar de ter feito o que fez, ele mesmo assim te trai. Eu entendo a dor de ter o coração partido, de não conseguir sair disso. Entendo quando ele te assusta mais do que faz feliz. Entendo também quando ele te segura com força e te ameaça e o quanto é vergonhoso não conseguir sair daquilo. Eu entendo quando ele te segue pela rua, eu entendo o que é andar com medo na rua. Eu entendo o que é ter alguém gritando na porta da sua casa. Entendo que não é fácil sair, porque eles são insistentes, manipuladores e cruéis. Mas esse texto não é apenas para te falar que eu já estive aí no seu lugar, que sei o que você sente. Não é sobre empatia apenas, é sobre uma saída.
Um dia eu entendi que tudo o que ele tinha para me prender eram mentiras, ainda que essas mentiras tivessem entrado profundamente na minha mente, e me machucado tanto, eram apenas mentiras! Um dia, eu entendi que Deus podia quebrar aquele ciclo horrível em que eu me encontrava de violência, mas eu precisava querer sair dele. Eu comecei a orar e clamar pra que Deus me desse forças, que colocasse pessoas na minha vida que me ajudassem nisso, Ele colocou! Fortaleci os vínculos com meus amigos, passei a orar e ler a bíblia com toda a intensidade do meu coração, parei de me culpar por tudo aquilo e aos poucos, eu não sentia mais nada por ele, apenas vontade de ficar cada vez mais longe. Não foi fácil sair porque eles são terríveis, eles seguem, eles perseguem, eles amedrontam, eles são capazes de nos adoecer. Mas Jesus pode nos curar. Jesus pode curar nossa auto-estima, pode nos ensinar a nos amar de novo, a gostar do nosso sorriso, da nossa dança, das nossas risadas e sonhos! Jesus pode transformar todo o caos, tirar toda a sujeira, curar as feridas, mesmo aquelas mais profundas, Ele pode fazer tudo novo de novo! E não há mágica, muitas mulheres acabam vivendo em relacionamentos abusivos o resto de suas vidas porque não conseguem sair, e não as julgo, quem vivencia essa situação sabe que é horrível, é um cativeiro. Outras mulheres não saem de relacionamentos abusivos não porque não conseguem por si, porém porque são impedidas no meio do caminho por um parceiro. Muitas mulheres morrem literalmente na tentativa, é um fato. Esse texto é um bilhete de amiga para amiga, eu gostaria que soubesse que é possível, você pode sim sair dele, o modo mais seguro de sair de tudo isso é buscando a Deus, é entregando a Ele todos os seus medos, dores e impossibilidades, é buscando ajuda com pessoas, é mais fácil quando a gente tem em quem se apoiar, e aprendendo a falar não. Você não precisa dele para ser feliz, você precisa de Jesus, precisa se amar e o resto é o resto. Pra começar o processo, pegue um espelho, olhe bem pra ele durante uns minutos e veja o quanto você é, sem ele. Você é completa não precisa dele para te controlar e nem nada, aceite que é uma vítima, fale com pessoas, não tente carregar tudo isso sozinha, compartilhe e a carga será mais leve. Deus fez você, entenda que você tem um Deus que te ama, que cuida de você e que pode mudar sua história, porque ele é Deus!! Não precisa viver em um relacionamento abusivo menina, há esperança pra você, acredite! O Senhor Deus realmente te ama, não viva de migalhas.

Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem; ( SALMOS 139: 14)

#relacionamentoabusivotemfim
#Jesuspodemudarsuavida

Um comentário:

  1. Olá minha cara!
    Ah esse texto. Merece ser lido, relido e lido de novo. falando por experiência pessoal, minha namorada veio de um relacionamento abusivo anterior, os traumas que ainda enfrenta são muito grandes. Ela teve que lidar sozinha com seus próprios medos e hoje, não que ainda não sofra, porque sim, ela ainda sofre. Mas ela se deu uma esperança e não desistiu de amar. Como homem eu nunca tive e não tenho ainda ciência completa de quanto as mulheres sofrem, mas ao ouvir relatos da minha própria namorada sobre o ex, eu fiquei revoltado e o mais tocante nisso tudo, foi quando ela notou minha revolta e ainda assim sorriu e me disse "Ei, deixa pra lá, eu superei, estou aqui e estou feliz agora" Então sim, há esperanças! Sempre há. Você mulher,acredite em si mesma e esqueça essa ideia ultrapassada de que são o sexo frágil. Hoje eu sei que o que grande parte das mulheres aguentam e superam, nós homens jamais teríamos essa força de viver que há em vocês.
    E vocês homens, não busquem alguém para ser DE VOCÊS. Busquem alguém para ser COM VOCÊS. Somem e nunca, nunca mesmo diminua aquela mulher que dentre tantos, escolheu você para amar!

    Abraços meus minha cara!
    Mais um texto lindo que me agrega um saber que ainda que eu não compreenda a dor, posso apenas dar meu melhor para crescer com suas palavras!

    ResponderExcluir

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!