quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

E cristão sofre?

“Por que está abatida, ó minha alma?
Por que te perturbas dentro de mim?
Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele meu auxílio e Deus meu.” Sl 42.5
-
Ser cristão ao contrário do que muitos pregam é viver uma vida de negação, do que se é para quem Cristo é. Nesse processo de santificação há dor, quedas e dúvidas. E em alguns dias, dá muita vontade de desistir de tudo e correr para os braços de Deus.
Hoje em uma conversa com uma boa amiga, falávamos sobre como tem sido difícil nossa situação de recém formadas, sem emprego, sem expectativa de nada. Com uma coleção de “nãos”, sonhos quebrados e feridas abertas. Então no meio da conversa surgiu a ideia de como seria mais fácil converter e morrer. Sim, morrer mesmo, tipo, bater as botas, cruzar a ponte, ir pro céu logo. Porque esse mundo nos impõe uma série de obrigações sociais que são tão pesadas, e cada fase parece mais difícil do que a anterior. Contudo, se assim fosse, seríamos o fim de nós mesmas, e não haveria outro propósito em conhecer a Cristo do que nossa salvação individual. Então surge a questão, por que depois de conhecer a Jesus ainda precisamos viver no mundo?
E como resposta, analisamos a bíblia que em Lucas 10. 3: “Ide! Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos.” Nossa vida aqui não se resume a nós mesmos, o plano de Deus para nós tem a ver com Ele, com seus propósitos e somos tão somente instrumentos disso.
O que significa ser discípulo de Jesus? Em Lucas 9. 23-26, encontramos que é um exercício diário de negação, é tomar nossa própria cruz e seguirmos a Jesus, ele é o guia. Não é nosso coração, nem mente, nem vontade, nem nada, só Ele deve ser o nosso guia nesse processo.
É necessária uma dependência completa de Deus para ser discípulo. É preciso que saibamos nos comportar como cidadãos do céu nesse mundo, exalando o amor Dele em cada lugar, com cada ação, em cada gesto e palavra, desde a fila do supermercado até à sala de aula. Não se resume aos finais de semana, ou aos posts na internet, ser cristão em todo o tempo exige um esforço e comprometimento em seguir a orientação anterior de tomar a cruz e segui-lo integralmente.
E por fim em Marcos 3. 13-14 o convite de Jesus para seus discípulos é “para estarem com ele” antes de pregar, isso reflete uma vida de consagração, de busca. Oração e leitura da bíblia. Não existe outra receita para sermos discípulos de Jesus.
Pedro, um dos discípulos estava tão parecido com Jesus que foi reconhecido por suas palavras. E pergunto, o quão parecidos com Cristo somos ao ponto de sermos identificados como seus seguidores?
-
Não importa o que eu estou passando, o quão difícil esteja minha vida, não importa;  a minha vida deve estar totalmente disposta a Cristo. E eu sei que tudo vai ficar bem, pois Ele aquieta minha alma e me leva aos lugares altos, faz meu coração ouvir a sua voz.