sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

nostalgia

'Pasmei ante minhas misérias cardíacas,como um soldado ante o terror da morte.
Fiz tantas promessas de que não pensaria mais nele,menti a cada uma delas e o choro é só uma forma de gritar que eu não sei mais o que fazer,sentir ou pensar.O não saber é uma ferida aberta que dói,queima,mata.Me perdi naquele abraço de um jeito que não estava preparada,talvez estivesse apaixonada,mas como já aprendi em outros tempos,isso não basta,porque o amor é uma via de mão dupla e fim.'

(texto antigo,mas ainda meu.)

Um comentário:

  1. Concordo flor, o amor sempre é uma via de mão dupla...por isso é necessário despertá-lo somente no mmomento certo!


    beijos e bom fim de semana!

    ResponderExcluir

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!