quarta-feira, 17 de abril de 2013

O filho pródigo e eu

Que a nossa fé não se apresente apenas nos momentos lastimáveis de nossa história, pois parece tão mais fácil lembrar de Deus quando estou triste, quando tudo fica escuro e o choro invade a alma.
Meu desejo é que Deus seja o primeiro e o último pensamento a cada dia, a cada momento porque tantas vezes tenho me esquecido de orar, de dizer obrigada pela vida, por sorrir, esquecido que Ele não me deixou e que também sente dor na minha desobediência, que É amor, e o amor é Ser justiça, que é necessário lembrar do meu chamado e buscá-LO a todo instante, como pude me esquecer? Mas agora quando a dor me invade eu me lembro de quem tudo pode fazer e vir me acudir  ( mais uma vez) . E isso é tão lamentável! Que minha fé se reestruture Nele, que não seja preciso vir até o vale para lembrar de clamar pela Vida de novo.Afinal, 
é maravilhoso ter um Pai que nos recebe de braços abertos sempre, mas é preciso ser(mos) filhos melhores. 
Que Deus nos ajude!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!