quarta-feira, 20 de março de 2013

Do lado de dentro do espelho

Só tenho dúvidas se vou chegar viva ao final de cada etapa.
Evito pessoas que reclamam demais porque acredito que quem realmente sofre, não gosta muito de holofotes.Gostaria de escrever algo positivo que fizesse quem lê se sentir mais entusiasmado a viver, a dançar, a acordar no outro dia de manhã.No entanto, tudo o que eu consigo pensar hoje é, por que eu fui escolher o curso de Direito? Tem cada coisa na vida da gente que não dá pra entender, por que eu não consigo ser uma aluna como deveria ser, já que estou nesse barco furado? Estou cansada, acho que é isso, e minha vida é maravilhosa, eu que não sou. Minha família é legal, minha faculdade, meu estágio, meu namorado, minhas amigas, meus cachorros, enfim, eu não posso explicar essa insatisfação interior que me sufoca hoje. Talvez só por hoje, eu gostaria de sentar no banco de trás e deixar ir, sem ter que dar endereços, ou ficar atenta a isso ou aquilo, mas ser guiada, como um tronco na  correnteza, como quando eu era pequena, porque talvez, eu ainda seja pequena e não saiba o que fazer com essas coisas de gente grande.
Hello | via TumblrDe onde tudo é ainda é turvo, como o gato da Alice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!