quinta-feira, 7 de março de 2013

21 anos (de vida)

'Talvez eu deva ser forte,pedir ao mar por mais sorte e aprender a navegar..."                          ( M.Magalhães)
-
Hey 21!
Um dia regado a chuva,esperas que desgastam e uma noite quase triste.
Me lembro dos personagens do Fernando Sabino e do Carlos Heitor Cony e me pegunto se algum dia poderei ter um final diferente dos deles,porque as vezes quase acredito que faço parte de toda aquela estória intelectual,melancólica e cinza que minha mente arquivou quando lembro daqueles livros de outrora...
Afinal de contas,sobre o que estou escrevendo? Esse era um texto sobre meus 21 anos,bem,se tem algo a ser dito é que a vida é altamente disforme,a beleza nem sempre é bela e a tristeza nem sempre é só triste,talvez é algo maior,mais pesado,como uma mancha na alma.As pessoas são um reflexo do que você é.Os sonhos um dia apelam com você e resolvem se fazer realidade,justo quando você nem se lembra que eles existem.A vida é gostosa e os homens são o fim de si mesmos.Deus é, Deus.Depois de um tempo você não tem mais vontade de sair do cercado,mas fechá-lo cada vez mais dentro de si,porque resolveu que menos quase sempre é mais. Presentes,presente,o eu ausente do meu ser me deixa assim.
Com 8 anos de idade,meu cabelo era altamente embaraçado porque não gostava de pentes,nem nada que o prendesse e o privasse da liberdade,hoje,aos 21 minhas letras se embaraçam porque simplesmente eu não posso mais as pentear por mim.
Feliz idade pra mim (again and again).

2 comentários:

  1. Parabéns flor, até aki Deus tem sustentado vc...novo ciclo se inicia e nele estarão novas alegrias e conquistas!!


    xeruh

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto Denise, que bom chegar aqui no seu cantinho de detalhes e perceber como são lindos, porque são seus..seus detalhes... Parabéns amiga blogueira, estive sumida, embora a saudade de ler seus posts apertasse...,mas, as ausências imprevistas faz parte da vida.
    Bom saber que continua por aqui! :D

    beijos, Íza.

    ResponderExcluir

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!