sábado, 18 de fevereiro de 2012

Introspecção

Shinyweather
Hoje é o típico dia,em que por mais que eu tente me expressar através das letras,sons ou gestos eu sei que não vou conseguir...e justamente,o que  mais me incomoda é que,eu precisava  jogar de algum modo isso pra fora...isso que nem sei o que é...esse incômodo de ter fracassado de novo,de não ter sido eficiente o bastante ao edificar meus muros,ao ponto de deixar que um menino como você os adentrasse e tivesse acesso aos sentimentos que não deveriam mais ser evocados...quanta maturidade é preciso para se proteger de ataques tão sagazes e mal elaborados ao mesmo tempo?
...
Sabe,depois de quase vinte anos de experiência,o que não é nada diante de tantos...mas é alguma coisa diante de poucos...eu posso dizer que não há como escolher a solidão,não há como segurá-la pela mão e deitar em seu colo...simplesmente não há como ser amigo dela...todos querem um colo,um afago,um beijo...todos anseiam por paz,danças e transas de espírito...todos querem um amor...entretanto,isso não é o bastante para ter um amor,uma alma,um corpo pra si...
...
Tenho tantas prioridades,obrigações,vontades que não sei se sobra tempo para tanta incerteza que você traz consigo,não me leve a mal,é só que...não é o verbo querer,mas poder que preciso aprender a conjugar direito...enfim,as coisas são como são e sentimentos não devem ser,ao menos não por agora,não assim,não por mim...
...
E nesses momentos em que o meu silêncio se recusa ser feito som,eu tento o juntar em letras,tortas,escuras e grogues de um sentimentalismo barato e arrogante em si mesmo...mas é o que posso produzir por agora,e talvez seja o bastante para meu próprio opróbrio hoje...
...
E que passe logo,como a brisa matutina...
...
"all the world is made up of faith and trust and pixie dust" on Flickr - Photo Sharing!


4 comentários:

  1. Lindo teu texto.
    Amei!
    Tudo se renova moça, você vai ficar legal.

    Beijinho linda.

    ResponderExcluir
  2. Olha Denise,posso lhe dizer que o amor pega a gente... vem sem avisar e se não aproveitarmos,ficamos a vida toda pensando no quão bom poderia ser.Pode ser que nem seja bom,mas é melhor tirar a dúvida/

    Sério!!!

    Se vc acha que pode dar errado,se acha que pode dar certo... ou então se acha..tenha certeza.

    Só pra poder olhar pra trás e dizer "tentei" .. ou quem sabe "tentei e consegui" ./ além do mais,amar é bom! rsrs
    Beijos e boa semana.

    ResponderExcluir
  3. Lindas palavras...um belo desabafo...apesar do titulo, acho que quando escrevemos nos tormamos mais extropectivos do que pensamos...

    Cada texto um espetáculo.

    Bjusss florzinhaa!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Dê, :)

    "quanta maturidade é preciso para se proteger de ataques tão sagazes e mal elaborados ao mesmo tempo?..."

    Sabe, eu acho que a gente não consegue se livrar dessa parte nossa que acredita que dessa vez vai ser diferente. Que ele não é como os outros. Talvez, não importe quanto tempo passe, sempre vai existir uma brecha em nossos muros por onde o amor vai passar sem cerimônia.

    "eu tento o juntar em letras,tortas,escuras e grogues de um sentimentalismo barato e arrogante em si mesmo..." - amei d~e, de verdade *---*

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!