sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

daqui de dentro parece assim...


Originality is Dead.
“O homem é o lobo do homem”.  Thomas Hobbes
(Algumas pessoas são tão frágeis que precisam de espinhos para se defender.
Não é uma questão de querer ferir,antes,se defender.)

Não é pelo fato de perdoar que sou obrigada a gostar de todo mundo,não é assim que funciona na prática,lamentável,mas verdadeiro...Existem algumas pessoas que me são tão tóxicas,que sua presença é o suficiente para me sufocar...como veneno dentro de uma sala fechada...tenho alergia...devo evitar tais situações,que literalmente são capazes de me levar a morte...por essa razão apenas,eu preciso evitar algumas presenças,pois me estrangulam,violentam minhas memórias e abrem em minhas entranhas sangramentos que não são fáceis de estancar...O perdão não me deixa imune,só me liberta do jugo para que Deus o leve por mim...Um dia,creio que minha humanidade deixará de existir,podendo experimentar do mesmo perdão que só Jesus o Cristo pode...mais que uma desculpa,essas palavras são um rasgo na alma,uma sangria,que rompeu com o intuito de me mostrar a verdadeira razão da minha repulsa por algumas presenças,o peso do perdão e a deformação do humano diante do que é Santo...enfim,é isso.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Franz Kafka

Franz_Kafka_passportphoto | Flickr - Photo Sharing!
Após ler o livro "Kafka e boneca viajante de Jordi Sierra i Fabra",nasceu em mim uma curiosidade por conhecer a obra de  Franz Kafka.Comecei então a pesquisar sobre tal;li A metamorfose que conta como Gregório Samsa dorme um homem e acorda um besouro; alguns contos e O Processo;no entanto quero ler o que puder dele,porque seus escritos são realmente de uma habilidade incrível,se encontram entre a tênue linha de lucidez e loucura, traz a tona críticas sobre o modo de vida da humanidade na  modernidade,acrescenta e reinventa condições que estão as coisas,como a opressão burocrática das instituições,a fragilidade do homem,a justiça em si, com foco sempre no humano.
Franz Kafka,morreu jovem,talvez louco(depende do que encaramos como lucidez)se formou em Direito,esteve duas vezes noivo de uma mesma mulher,porém não se casou com ninguém.
Morreu por conta de uma tuberculose pulmonar aos quase 41 anos de idade.
Suas obras(apesar de seu pedido,que fossem queimadas após sua morte)foram publicadas postumamente.As mais conhecidas:
O Processo
O Castelo
A metamorfose
Um artista da fome
A construção
Carta ao pai
O Veredicto e Na Colônia Penal

"Para ler Kafka são necessários alguns cuidados especiais, entre eles, contar com uma certa atenção à maneira com que toda obra se constrói, principalmente seus períodos; estar sempre consciente de que toda a criação
literária de Kafka foi dolorida, feita com o intuito de não parecer bonita, de ser,principalmente, uma obra baseada na dor; ficar atento a todos os detalhes do texto, pois em Kafka, até as imperfeições são propositais, ou seja, segundo Theodor Adorno, até "as deformações em Kafka são precisas".

Fica a dica,quem quiser conhecer mais sobre esse grande escritor,que me fez apaixonar por seus escritos!

De quem aprecia detalhadamente qualquer espécie de arte,
desde que seja verdadeiramente ARTE,

Denise Oliveira.
=)

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Entre letras e sussurros.

Aycan Alkan
Me sinto presa naqueles sons abafados que só as almas sabem produzir.
Portas,janelas que não cedem;não deixam que eu sinta a luz quente que brilha lá em cima de toda a gente...
E por vezes,acredito que estou perdida,
mas ainda não sei se é real ou apenas um sonho confuso,porque ouvi certa vez que depois do choro vem a alegria...talvez venha mesmo,quem sou eu para discordar de uma coisa dessas?[...]
A vida é tão estranha...já é outro dia,chega de espremer poesia,alguém tem que se perder mesmo,hoje eu sou esse alguém...amanhã a gente troca de lugar...por enquanto continuo caindo,caindo... até que os pontos finais me alcancem nesse vôo.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Is love alive

Search results for christmas on imgfave


É natal de novo,tem luzes lá fora e canções natalinas aqui dentro...
É mesmo dezembro não posso negar,porém há algo que deixe esse dezembro com um furo no meio,descartado,sem valor.
Você não está aqui.
Todos ainda tocam no seu nome enquanto nos sentamos a mesa,como se isso pudesse diminuir minha dor...eu sei que eles pensam em ajudar...mas não posso deixar de achar engraçado essas reações pós-morte...
Pouca coisa mudou desde que você se foi...o amor continua vivo...descobri que a morte é um arremate final...assim como um diamante ao ser posto em um molde...a alma é posta na morte...um ‘the end’ na tela da vida,de quem vai e fica...a única coisa que pode vencê-la é o amor,a vida não a vence...você vivia e nem por isso deixou de morrer...mas o amor,só ele te faz estar vivo dentro do meu coração todos os dias...
Enfim,não posso mudar o curso do rio...nem que tente mil vezes...eu simplesmente não posso lutar contra isso...o natal faz com que todo o resto vala a pena,é o Cristo prometido que veio ao mundo...apesar dos pesares...Deus não deixou de cumprir sua promessa de redenção...e essa fé que me mostra que dias melhores virão,dias de sol para aquecer e iluminar meu coração...e só por isso me sinto em paz dizer,
Unwavering Hope 
Feliz natal Dalm...é tudo o que posso pensar nessa noite mágica...





(because,is Love alive inside me)




terça-feira, 20 de dezembro de 2011

P a z x ansiedade


A palavra alemã que se traduz ansiedade é:  'estrangular' e a palavra grega: 'dividir a mente'.
Quem pode negar que estar ansioso é como ter uma corda no pescoço?Ou ter a mente dividida,pesada por um pensamento insistente?
Inúmeras situações tem o poder de nos deixar ansiosos,nos entristecer;quanto a essas Jesus nos deixou um recado muito importante e sublime:

"Não andeis ansiosos de coisa alguma;em tudo,porém,sejam conhecidas as vossas petições diante de Deus  pela oração e pela súplica com ações de graças.E a paz de Deus que excede a todo entendimento,guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.
Filipenses 4.67

Worship no Flickr – Compartilhamento de fotos!
Que nossa vida seja sempre posta diante de Deus para que assim possamos viver plenamente a p a z que Ele nos prometeu!

ao som de :

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

faça parte do jardim...


Daffodils and Narcissi at Packwood on Flickr - Photo Sharing!
"Mesmo quando parece vencer, satanás perde.
Martinho Lutero acertou em cheio quando
descreveu o diabo como ferramenta de Deus, uma enxada usada para cuidar do jardim de Deus.
 A enxada nunca corta o que o jardineiro pretende preservar e nunca preserva o que o jardineiro
pretende arrancar.Com certeza, uma parte do castigo de satanás é a frustração que ele sente em servir, sem querer, como uma ferramenta para criar um jardim para Deus. Satanás é usado por Deus
para aperfeiçoar os fieis."


Max Lucado,Dias melhores virão.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

e quem poderá nos separar desse amor?




Você se pergunta até quando meu amor durará?
Encontre sua resposta em uma cruz cheia
de lascas, em uma colina escarpada.Sou Eu, seu Criador, seu Deus, que você vê lá em cima.
Transpassado por cravos e jorrando sangue; todo cuspido e molhado pelo pecado.
É o seu pecado
que estou sentindo.
É sua morte que estou morrendo.
É a sua ressurreição que estou vivendo.
Isso é o quanto eu amo você.

(Max Lucado,Dias melhores virão.)

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Natal e 'natais'

O mês de dezembro sempre esteve entre meus meses mais esperados ,por conta dos enfeites,da aparente transformação nas propagandas de televisão que ficam mais ‘humanas’ mostrando famílias,contando histórias comoventes ,estórias de bons velhinhos que presenteiam  crianças,presentes,presentes,presentes e coisas do tipo...porém hoje em dia,não é mais assim que encaro os fatos.
joana santos ♔ 
Natal é basicamente uma data simbólica destinada a comemorar o aniversário do Cristo,o filho de Deus enviado ao mundo para salvar todos aqueles que Nele vierem a crer.Data essa,que nos convida a fazer algumas reflexões,como ‘que espécie de amor é esse que envia o filho para a morte?’o que tenho feito para honrar o que Deus tem me dado?’ ‘onde está meu coração quando o Cristo procura por ele?’ ‘Jesus já nasceu em mim hoje?’...entre tantas e tantas outras...mas,os natais que posso observar são uma mera desculpa para algum tipo de reunião informal,regada a comida,bebida e um falso ‘espírito natalino’ onde se trocam presentes e abraços tão vazios de sentido,que chega a ressoar os estalos...

O que Jesus,o Cristo veio fazer aqui?... Ele veio simplesmente mostrar o quanto nos ama,nascendo,sofrendo e morrendo para ressuscitar por amor a mim,a você...e o natal,como disse é simbólico sim,mas o que vale é que ele exista,dentro de cada coração,todo o dia,em todo o tempo.Que Jesus possa nascer em você não somente no dia 25/12 de cada ano,mas sempre e sempre.
Por favor,não faça do natal mais um entre tantos ‘natais’,uma festa qualquer,porém receba o menino Deus no seu pensamento,em suas ações,decisões,sonhos,dores,medos,alegrias,família,relacionamentos,no seu coração...
Strip me Feliz natal a todos nós...na paz,comunhão e principalmente no amor de Jesus,o Senhor.
(Vem Senhor Jesus e nasça em mim mais uma vez,
me ensine a ser o que queres que eu seja hoje e eternamente,amém.)

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

bálsamo pra minh'alma


Você é uma parte de mim.
“Os pensamentos de Deus não são os nossos
pensamentos, nem são como os nossos.
Nem estamos na mesma vizinhança.
Estamos pensando:
preserve o corpo; ele está pensando: preserve a alma.
Sonhamos com um aumento de salário; ele
sonha ressuscitar os mortos.
Evitamos a dor e procuramos paz; Deus usa a dor para trazer paz. “Vou
viver antes de morrer”, decidimos; “Morra para que você possa viver”, ele instrui.
Gostamos do que
enferruja; ele gosta do que dura.
Alegramo-nos com nossos sucessos; ele se alegra com nossas
confissões.
Mostramos aos nossos filhos o astro da Nike exibindo um sorriso de um milhão de dólares e dizemos: “Seja como Ronaldo”; Deus aponta para o carpinteiro crucificado que tem os lábios manchados de sangue e um dos lados dilacerado e diz: “Seja como Cristo”.
Max Lucado

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

o que chamam de...a m o r

coupdegrâce.
Trilha sonora (clica no nome): Candy - Paolo Nutini
Nota da autora: o texto é grande,mas faça um esforço e leia até o fim...
-
E era uma tarde de um outono cruel,
quando duas almas se encontraram para apagar vestígios de uma dor insistente e sólida demais para tal ato...
 ...

_ tem certeza de que quer mesmo fazer isso?

_ tenho.

_talvez doa muito,mais do que pense...

_não importa,eu quero.

_se eu começar,talvez não consiga parar,e então?

_continue...

_A quanto tempo fez sua decisão?

_ontem a noite.

_quer fumar um antes de começar,pra dar uma relaxada?

_não,quero estar o mais sóbria possível,sem nenhuma interferência.

_tudo bem,vamos lá!

_por que você está tão apreensivo? a mãe nem era sua?

_não sei dizer,talvez eu seja sensível demais a dor alheia...

_não está doendo mais assim,acredite...

_o dia está frio,não?

_agradável;porém não tem que mudar de assunto só porque estamos queimando as últimas lembranças da minha mãe que perdeu sua vida pra um câncer filho da puta,me deixando só,a mercê de suas crenças inúteis...

_você sabe que não gosto quando fala assim...

_nem tudo na vida vai ser do jeito que você gosta,já pensou nisso?

_já.

_pegue a última caixa de fotos por favor.

_está aqui...você parecia feliz nessa foto...

_eu estava mesmo...simplesmente por tê-la ao meu lado...

_então não queime essa foto...

_não quero me poupar da dor...que ela seja inteira,abundante e desgraçada como tem que ser...

...
Em um lugar tão sujo quanto sua alma,um dos dois assassinos de memórias procura algo que o ajude a continuar...

_...e assim foram-se as recordações de tempos que podiam ser chamados se bons...daquela que me tem...sem mãe,sem desejo
de permanecer...sem o fôlego de vida...tudo é escuro,vazio e cortante pra ela...nela...não posso mais...queimou um a um
todas os papéis que traziam imagens de sua mãe...em uma tentativa vã de apagar um pedaço do que passou...quer saber,foda-se o câncer camarada!Ele desgraça a vida de qualquer um...e eu não posso fazer nada para salvá-la do que ele lhe fez...Como dói...arde,queima como as fotografias de hoje a tarde...meu peito queima por ela...por sua dor...por minha incapacidade de socorrê-la agora quando seu mundo está em cacos...Desça mais uma,assim apago dessa merda de noite...de vida...de amor...morte...

-quer um conselho?

_não.

_não seja bruto,só quero ajudar...

_fale,seja o que for...

_apenas a ame,é o bastante...pois isso apenas fará com que seu mundo seja mais maneiro quando ela tem de carregá-lo nos ombros...

...

_obrigada e me desculpe...a bebida já está atuando com sucesso no meu corpo...

_tudo bem...sinto muito por tudo...

_ é,eu também sinto...adeus.

_adeus.

...

A campainha soa...
e ela se levanta para acolher em si aquele que pode ajudá-la a respirar novamente...

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

En-FIM férias



[e mais uma vez o fim me acena.]

Fim do semestre;
do 3º período;
de algumas amizades (que um dia foram mesmo amizades...);
de sonhos;
planos;
c a n s a ç o...

tudo morrendo para nascer outra vez,
e morrer de novo e continuar o ciclo...
Paris, always a good idea.

É,mais uma vez,a exaustão me abate...

Como o tempo passa rápido (clichê eu sei,negue se puder...pois eu não posso...)
sigo,com os olhos no que virá,
sabendo que a culpa do gosto amargo na boca do 'poderia ter sido melhor'
é toda minha,mas e daí?!...estou cansada demais para lutar contra meus hábitos corrompidos,
vou me redimir nessas férias,
vou ler Dostoievski,Kafka e Lewis...chega de me render ao sono,literatura de banca e programas subversivos...

Daqui vinte dias é natal ( outra vez)...e tudo segue seu ciclo,a vida buscando a morte,
Yes, I was drunk.eu minha paz de espírito e meu cachorro seu próprio rabo...cômico,assim como viver...e continuar vivendo a cada fim...

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Correspondência

Google Reader (2)

[FICÇÃO]
A noite já está avançada,isso é tudo...
Tenho rolado na cama desde que deitei,não consigo dormir.Me levanto,cambaleio no escuro do quarto até acender a luz e sento-me aqui para te escrever essa carta.
Não sei escrever cartas...( isso é bem diferente de artigos esportivos) e por isso,me perdoe de antemão pela maneira que começo...
Sabe, eu não vou mentir que não sabia dos riscos de me envolver com uma artista de circo,mas te afirmo que eu não conhecia o que um amor pode fazer na vida de um homem.Faz semanas que não faço a barba,não arrumo o apartamento e como alguma coisa que não venha em lata;mal posso me olhar no espelho sem te enxergar no reflexo;menti que estou doente para não ter que trabalhar,e pensando bem,estou mesmo!Doente sim,de você!
Tenho velado as nossas últimas palavras,beijos,a imagem do seu corpo em minha cama se aninhando ao meu...porém essas memórias se negam a serem enterradas,ressuscitando nas horas mais impróprias para me atormentar...
Só tenho a dizer,venha/volte/fique!Pois eu não posso viver sem você...é um clichê,eu sei...mas eu realmente preciso desse amor vivo...que me faz querer  viver.
Fui um tolo ao ter deixado você seguir com o circo,me arrependo tanto...espero ainda estar a tempo ...
Te espero e confio que não negará meu convite para viver comigo para sempre ...o que inclui casamento oficializado como você disse sonhar...com todos os detalhes que quiser...eu a amo,e não posso mais remar contra sua ausência que tem estado tão presente nos últimos dias...
Enfim,me aceite em casamento...em você...eu inteiro,com tudo o que sou,tenho...totalmente  cativo teu...
A aguardo todo o dia,todo o tempo...
Não demore,por favor...
Seu sempre,
Hugo.