quarta-feira, 2 de novembro de 2011

reflexo


“Não sei o que está me acontecendo, só sei que é um período no qual frequentemente me surpreendo num estado de total e estúpida ausência de pensamentos, que aflora a idiotice.
Minha memória definhou terrivelmente, eu praticamente não penso, e do passado,restaram apenas uma dor tola e sufocada e um amor-próprio suspeitosamente vigilante e doente.”
Foto bacheca 
(O diário de Nina,p.298 - 18/06/1935.)

5 comentários:

  1. O passado ás vezes dói na gente tão fundo, mas se prestarmos bem atenção, trouxe também algo bonito e que fez rir.
    Profundo e lindo texto.

    Olá Denise.
    É uma honra para mim, ter recebido tua visita.
    Ainda mais através de alguém, que tenho tanto carinho que é Van.

    Beijinho querida.

    ResponderExcluir
  2. Às vezes eu queria poder não pensar também, não neste sentido do texto, mas para descansar rsrs
    Pensamento cansa.

    Vejo que sua curiosidade presenteou a vocês duas, Fernanda ganhou uma amiga sensível e especial, e você Denise, quando souber da história de vida da Fernanda a medida que a for lendo, quando perceber a pessoa que ela é, como ela sente as coisas e o mundo, mesmo passando pelo que passou, me dará razão pelo que eu disse sobre ela em meu blog.

    Um beijo grande!

    Um beijo Denise querida!

    ResponderExcluir
  3. Bonito reflexo, mesmo que triste. Adoro coisas triste mesmo :B Ah, e vê se junta todos os seus poemas e publica um livro! A inspiração é passageira, mas eternize esse seu dom, pelo menos um grande sucesso você teria, com certeza! ;]

    ResponderExcluir
  4. Eu penso o tempo todo, sem trégua.

    =*

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo o texto.
    Obrigada por suas visitas. Fico imensamente feliz quando percebo que não sou a única. Por isso mesmo que chamamos de evangelho simples e puro. =D
    Fiquei feliz mesmo com o que escreveu.

    ResponderExcluir

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!