quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Entre vírgulas e letras

Love is our resistance.
Sinto em mim uma ardente necessidade de me desvincular daquilo que produzo.

[Houve mesmo uma época em que eu conseguia produzir,
não (me) reproduzir como o tenho feito atualmente...]
-
A chuva tem a capacidade de me conduzir por devaneios,
de me levar a passear dentro de mim e me fazer encarar aquelas questões que só vem a tona com sua presença.
E hoje está chovendo.

Ando por vales,castelos,desertos,ruas,salas,objetos,seres em busca de personagens,que me permitam criar música sobre seus contornos,
embora esteja acontecendo sempre com mais frequência,de não conseguir permanecer no meu intento de criar,
pois ao tentar, acabo sem querer de volta ao mesmo espelho,onde meus personagens tem brincado de esconder com minhas mãos,trazendo sempre a tona um pedaço do meu reflexo ao papel.
[...]
-
Kaleidoscope Eyes
Queria ser mais simples,sem conotações,metáforas ou citações que me permeiem,afastem ou simplesmente assombrem tanto [d]a vida.
Às vezes tenho a sensação de que minhas relações com parentes,amigos ou até mesmo com os garotos poderiam ser mais fáceis se eu não tivesse a precisão (mania) de decodificar cada palavra,gesto ou sentimento...Parece que viver,sem querer interpretar é tão mais simples,menos cheio de pontuações subentendidas que atrapalham tanto a justificar o que nem sei nomear...toda essa excentricidade,intensidade e suposta sabedoria que trago como enfeite ao pescoço...Tudo tão distorcido,remoído que se disfarça de inteligência,sagacidade,verdade...Tão distante do que sei que sou...
Tudo é ermo e os olhos nunca vêem,se não puder ser violentado o silêncio pelo som.
-
Tudo o que quero de volta,são personagens que não ultrapassem a linha que nos separa,não me mutilando ao serem paridos nos textos...
-
Cheeks Red From Tears ∇ Δ(Se não for querer muito.)

5 comentários:

  1. Ser simples não é tão legal.Ser simples é simplesmente mais simples...
    Mas não pense vc que sua mania é boba ou sem sentido,as palavras e gestos têm sim seu significado,a única coisa que vem faltado são pessoas com a capacidade de interpretá-los,então não sinta-se mal por ser observadora e querer dar nome a tudo...
    Pois isso é especial,vc é especial!
    rsrs
    Beijos Denise...bom fds

    ResponderExcluir
  2. oi Dêêê!
    quanto tempoo ein?!
    tenho tantas saudades de visitar, comentar, ler e interagir coisas tão bacanas contigo, e com todas as outras blogueiras encantadoras que conheci, mas infelizmente acabei por escolher um curso que não me deixa muito tempo de sobra, uma faculdade de exatas é um verdadeiro MARTIRIO!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    mas sempre que puder, e pretendo poder com mais frequencia, vou atualizar meu blog, e visitar o Detalhes ;D

    que lindo seu texto, tão sincero, tão honesto, tão verdadeiro... *--*

    ...poderiam ser mais fáceis se eu não tivesse a precisão (mania) de decodificar cada palavra,gesto ou sentimento...Parece que viver,sem querer interpretar é tão mais simples,menos cheio de pontuações...

    consigo entender perfeitamente isso que você falou, a vida seria tão mais simples se nós não nos prendessemos a detalhes, não é verdade?! se nos deixassemos levar involutariamente, sem preocupar-se com coisas tão pequenas, que as vezes acabam nos machucando tanto...

    grande beijo, Dê.

    ResponderExcluir
  3. É tão engraçado nossa cabeça, nosso coração.

    É tipo um labirinto, em cada esquina descobrimos um pouco mais de nós ou do mundo em que vivemos e que só nós sabemos.


    Bom, foi pelo menos assim como eu me senti ao ler seu texto, eu um labirinto mental, no sentido de que nesse labirinto descobrimos coisas tão especiais e tão óbvias.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Eu tambem paro e me pergunto como é que eu fui parar em um curso da area de exatas Dê, e em um universidade pública, o que torna ainda mais dificil se manter nele..

    não era nem de longe o que eu sonhava pra mim, sabe Denise..

    eu sonhava em fazer psicologia, ou cinema... no final tinha ate começado a me acostumar com a ideia de fazer direito( era o que a minha mãe queria que eu fizesse) mas acabei passando em sistemas de informação, e não tive escolha, a não ser cursa-lo, eu nem sabia do que se tratava o curso, fiz o vestibular sem acreditar nem um pouco que pudesse passar, não imaginava que tinha capacidade de passar em uma universidade pública, mas passei. E minha vida virou de pernas pro ar depois disso.

    Só eu sei o quanto foi dificil me acostumar com a ideia de sair de casa, deixar os meus amigos, mudar de cidade, tudo isso prara fazer um curso que eu nem queria, e que tinha quase certeza de que não iria gostar =(

    foi duro dê, as duas primeiras semanas foram terriveis, eu chorava quase todo dia querendo ter a minha vida de antes...

    mas Deus foi bom comigo, colocou pessoas tão especiais no meu caminho, descobri amigos que me fizeram gostar da faculdade, que me motivaram e que continuam me motivando a querer ir, eles me alegram, e eu gosto de estar com elas, quanto ao curso, não era o que eu me imaginava fazendo, mas não é que eu to me dando bem? estou estudando MUUITO, MUUITO mesmo, mas graças a Deus, estou dando conta do recado, estou conseguindo acompanhar o ritmo acelerado de uma faculdade, e cada dia que passa tenho mais esperanças de que vou conclui-la...

    tudo na vida é no tempo de Deus, é do jeito que ele quer, e ele sempre sabe o que é melhor para as nossas vidas... Hoje eu não conseguiria me imaginar sem as pessoas que eu conheci nessa faculdade, não consigo me imaginar em uma outra realidade ;DDD

    beijo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Denise; (:

    Acho que há muita beleza na complexidade; e todos tem esse lado... Pode ser que fosse mesmo mais fáil se você não fosse assim; mas não seria você... E isso seria uma perda.

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!