terça-feira, 6 de setembro de 2011

Inside of me *

eternity
Ao som de Adele,deixo meu espírito transpirar por entre os poros das letras essas mudanças que tem acontecido nesse lugar,não tão mais árido...

Dessa vez mudaram as estações,e muito mudou;ao contrário do que diz a canção...
Ainda tenho meus ideais,cultuo meus autores e amo a virgindade do silêncio;mas estou saltando nesse abismo da sociabilidade,esperando o que precisar ser esperado...como disse Clarisse,se me empurrarem,eu vou dizer ‘e daí,eu adoro voar’...E adoro mesmo!Por muito tempo,acreditei que amizades eram limitadas,que os romances eram irreais,e que auto-suficiência era o melhor que poderia conseguir...porém,traio minhas verdades,descobrindo que a verdade não é tão rígida assim,que tem tantas faces quanto eu quiser e puder ver,e que sua conquista é feita através de experiências que precisam ser vividas,não apenas lidas ou ouvidas...
Eu estou bem,obrigada! Experimentando alguns sabores novos...
Em busca de amores novos,e sei que vocês estarão torcendo comigo para dar certo,
Não é mesmo?!
Obrigada meus leitores por estarem aqui,
me ajudando a prosseguir no caminho para ser sempre, alguém melhor...

[a música da Adele tem esse efeito sobre mim;
me dá um espelho e me ensina a puxar dele
a figura pálida e risonha que mora lá dentro...]

 Denise.
=)


5 comentários:

  1. oi denise, tudo bem?

    belo texto. voar é fundamental...

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá!!!

    Passando pra deixar um beijinho!

    ResponderExcluir
  3. Belo texto. Ah Clarice (L.) sempre com uma resposta a ponta da língua. Sim adoramos voar. Esse é o pensamento. Parabéns pelo post, muito bom.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie Denise
    Bela postagem.
    Afinal, tudo é lindo aqui.

    Grato pelo belo comentário.
    Bela semana.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Não se limite mesmo ao solo; voe sim e busque novos horizontes (parece comercial de companhia telefonica, mas é...rs) eu sei que pode e o essencial você parece ter; coragem. Você precisará muito dela tanto pra conquistar quanto para viver com as situações que vem com a liberdade.

    Sei que pode. :)

    "descobrindo que a verdade não é tão rígida assim,que tem tantas faces quanto eu quiser e puder ver,e que sua conquista é feita através de experiências que precisam ser vividas,não apenas lidas ou ouvidas..." - tudo é relativo e cada dia mais essa teoria se comprova. Talvez não exista mesmo a verdade absoluta. ;)

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!