segunda-feira, 13 de junho de 2011

O que mesmo é real?


“(...) Então, ela pensava consigo mesma (tão bem quanto era possível naquele dia quente
que a deixava sonolenta e estúpida) se o prazer de fazer um colar de margaridas era mais
forte do que o esforço de ter de levantar e colher as margaridas, quando subitamente um
Coelho Branco com olhos cor-de-rosa passou correndo perto dela. Não havia nada de muito
especial nisso, também Alice não achou muito fora do normal ouvir o Coelho dizer para si
mesmo ‘Oh puxa! Oh puxa! Eu devo estar muito atrasado!’ (quando ela pensou nisso
depois, ocorreu-lhe que deveria ter achado estranho, mas na hora tudo parecia muito
natural); mas, quando o Coelho tirou um relógio do bolso do colete, e olhou para ele,
apressando-se a seguir, Alice pôs-se em pé e lhe passou a idéia pela mente como um
relâmpago, que ela nunca vira antes um coelho com um bolso no colete e menos ainda com
um relógio para tirar dele. Ardendo de curiosidade, ela correu pelo campo atrás dele, a
tempo de vê-lo saltar para dentro de uma grande toca de coelho embaixo da cerca. No
mesmo instante, Alice entrou atrás dele, sem pensar como faria para sair dali. A toca do
coelho dava diretamente em um túnel, e então aprofundava-se repentinamente. Tão
repentinamente que Alice não teve um momento sequer para pensar antes de já se encontrar caindo no que parecia ser bastante fundo."

Lewis Carroll, Alice no País das Maravilhas, cap. 1


"Tem dias que tudo o que precisamos
 é nos permitir cair na toca do coelho,
conhecer as maravilhas do inverso,
nos encantar com o inusitado e conhecer o conhecido..." Denise Oliveira

4 comentários:

  1. Oi Denise, que legal a história. Muito bacana, adorei sua reflexão no final.

    Beijos e uma excelente semana

    =)

    ResponderExcluir
  2. Olá Denise!

    Belo complemento!
    Estamos tão acostumados aos dias
    comuns, que esquecemos até de nos surpreender
    quando é necessário.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Toda forma de reconhecimento
    oferecido a um blogueiro é sempre
    bem vinda. Então, compartilho com você
    o presente recebido.
    Espero sua visita para buscar seu Selo.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!