quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Refletindo sobre a morte


não temo a morte em si.
Temo o seu efeito sobre os que ficam vivos.
Porque na verdade,a morte não mata quem morre;mas quem fica...


Não acredito que seja a vida que vença a morte,
Porque se assim fosse,quem estivesse vivo não morreria.
Mas estando 
vivos,morremos.
Portanto,não faz sentido acreditar que a vida é mais forte do que a morte.


Agora,o que realmente vence a morte,
É o AMOR.
Pois apenas ele eterniza a vida de alguém.
E mesmo que a morte interfira,ele age como uma cápsula protetora impermeável.
A morte não tem chances contra ele!




Não foi a vida de Cristo que venceu a morte,

Mas o seu amor pelos seres humanos.
Devemos aprender com isso.
Pois segundo a Bíblia quem AMA a Cristo e vive com Ele,
Viverá ainda que a morte venha.



Quando amamos alguém,jamais deixaremos sua presença,a guardaremos como lembrança enquanto vivermos aqui.
Então,tudo isso significa que uma vida sem amor,é morta.
Devemos realmente “AMAR as pessoas como se não houvesse amanhã,porque se pararmos para pensar,na verdade não há”    (Pais e filhos – Renato Russo).







Ame, e se eternize ainda que morto,e não ame,e morra ainda que vivo!

3 comentários:

  1. Olá Denise ... muito bonito o seu texto.
    Concordo plenamente com você, o que todos nós precisamos em nossas vidas é de amor.

    Beijos,
    Caio !

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise,
    Eu amei esse texto
    Muito,muito legal;

    Parabéns.

    Beijos,até logo

    ResponderExcluir
  3. Olá Denise!

    Sempre que leio algo sobre esse precioso tema ''amor'' fico a me questionar, o porque de todos saberem a fórmula mágica para curar o mundo, mas mesmo assim, não dividindo esse remédio com todos os que aqui vivem...
    Belo texto, parabéns!
    Um abraço!

    ResponderExcluir

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!