sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Experiência "Aquilo"

Era uma manhã de sol,e Adrianne e eu saímos da xerocadora em frente a faculdade com as mãos cheias de papéis e um livro do Dalmo Dallari.Conversávamos tranquilamente,na verdade ríamos mais do que falávamos; quando olhamos em frente e vimos “aquilo”!

“Aquilo” tinha cabelo bagunçado,pés descalços,pele escura,um cigarro nas mãos e muita velocidade,e vinha em nossa direção.
Adrianne parou,e em minha mente ecoava os pensamentos : “volte para a xerocadora" ; “se esconda atrás da Adrianne”; “fique quieta”! O que eu ouvi? Não sei,sei que quando dei por mim estava afundando meus dedos no braço da Adrianne com tanta força que quase atravessei seu braço com minha mão. “Aquilo” fez um grunhido esquisito,e passou direto por nós;quando vi que tinha ido e que ainda estava viva; saí detrás da pobre Adrianne e soltei seu braço,cuspindo as palavras que me vinham a boca “ estou viva”.
Não havia entendido como a Adrianne,pode estar tão tranqüila com “Aquilo” vindo em nossa direção como um touro selvagem; então ela soltou         “caso ele viesse para cima de mim eu lhe jogaria o DALLARI na cabeça e invocaria a lei”. Conclusão da história,andem sempre com um livro pesado em mãos e assim se sintam em paz como minha amada amiga Adrianne...


ps: Adrianne querida,nunca passei por algo tão apavorante e engraçado ao mesmo tempo...obrigada kkkkkkkkk'
te amo!
;D

2 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    riii muito

    demais =D
    "Ande sempre com um livro pesado", valeu pela dica!

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise, tudo bem !
    Achei essa sua história bem engraçada
    hehehehehehehehehe

    Um excelente final de semana para você

    Beijos,
    Caio !

    ResponderExcluir

Saber o que acha é um prazer,obrigada por sua opinião!